quarta-feira, 10 de setembro de 2014

MOBILIZAÇÃO NACIONAL DE ORAÇÃO- MINISTÉRIO PARA AS CRIANÇAS



MOBILIZAÇÃO NACIONAL DE ORAÇÃO- MINISTÉRIO PARA AS CRIANÇAS

A paz do menininho Jesus e o amor de Maria esteja com todos vocês.... Estamos no mês de setembro, mês dedicado a Palavra de Deus. Quero amado irmão (a) lhe fazer uma exortação:
“Apaixone-se pela Palavra de Deus. Nela se encontra sua glória. É poderosa. A vontade de Deus está nela, diz o profeta Isaías 5,1 `Não voltará a mim com as mãos vazias, mas depois de ter feito o que eu queria e ter levado a cabo o que lhe encarreguei´... Meu filho escuta as minhas palavras e dá ouvido às minhas sentenças. Que elas não se afastem de teus olhos: pelo contrário, guarda-as no fundo do teu coração: elas são vida para os que as encontram e saúde para todo seu corpo. Pr 4,20-22
Que as palavras do Senhor sejam lâmpadas para nossos pés, que nos tragam ânimo e coragem... Que renove em nós o ardor missionário, o amor pela RCC e pela evangelização de crianças. Sejamos ousados neste mês.... Procuremos ler e meditar ainda mais a palavra de Deus. Façamos a intercessão com fé.
Relembrando a dinâmica da Mobilização: Cada estado do nosso Brasil é convidado a participar de uma hora de intercessão no dia 12 de novembro, intercedendo pelo ministério e pela mãe RCC. O coordenador estadual deverá convocar os diocesanos e esses convocarão seu coordenadores de grupinho, até que todos os servos estejam unidos no momento da oração. Sejam ousados e corajosos no Espírito. Não deixe o outro fazer a sua parte. VOCÊ É IMPORTANTE! No próximo post teremos uma sugestão de grupinho de oração para a semana da intercessão, aproveitando para falar de santidade e oração e estimulando as crianças a interceder pela RCC.
                Como rezar? Gostaríamos de sugerir que iniciemos com o sinal da cruz, a oração do Creio em seguida invocar o Espírito Santo. Depois rezar o Terço Bizantino do Evangelizador em anexo, faça em seguida uma intercessão profética pelo Escritório Nacional, todos seus projetos (Missionário, Construção da Nossa Casa, Revista...); Conselhos Nacional, Estadual e Diocesanos com todos seus eventos e projetos,  pelos Ministérios seus eventos e projetos e finalizando faça a oração que nos ensina Elena Guerra: “Senhor, faz que eu fale, agindo conforme teu Espírito: que as minhas palavras te glorifiquem e sejam úteis ao bem espiritual do meu próximo. Amém!” Seja sincero em suas orações. Interceda com fé meu irmão.
                Durante a intercessão anotem as palavras e as visualizações que forem saindo pra vocês, e no dia 13, que sucede ao dia da intercessão encaminhem para meu e-mail: danibio2007@yahoo.com.br faremos um único relatório do dia da Mobilização Nacional e encaminharei para Hyde que poderá repassá-lo ao Conselho Nacional. O mesmo Espírito habita  e age em nós.
TABELA DE ORAÇÃO – para 12/09 – Pensando na proposta da RCC para o ano de 2014 “Unidade entre nós”, neste mês faremos a intercessão em menos horas porém, trabalhando dois ou três estados ao mesmo tempo conforme a tabela abaixo.(Como dia tem 24horas e somos 27 estados, os horários que nos foi nos pedido a oração do Creio Constantinopolitano e a hora da Misericórdia serão rezados por mais de um estado)
HORÁRIO
ESTADO (S)

6:00-7:00
Alagoas
Rondonia
7:00-8:00
Ceará
Piauí
8:00-9:00
Pará
Santa Catarina
9:00-10:00
Pernambuco
Paraíba
10:00-11:00
Roraima 
Rio de Janeiro
11:00-12:00
Tocantins
Acre
12:00-13:00
Amazonas
Paraná
13:00-14:00
Rio Grande do Sul
Rio Grande do Norte 
14:00-15:00
Espirito Santo
Bahia
15:00-16:00
São Paulo e MINAS GERAIS
Maranhão
16:00-17:00
Sergipe
Mato Grosso do Sul  e Amapá
17:00-18:00
Distrito Federal e Mato Grosso
Goiás


Amigos divulguem esse trabalho, coloquem nos blogs, facebooks...Vamos alcançar  todos os servos de grupinhos de oração. Que o Espírito Santo nos dê coragem e unidade. Que o dia 12 de cada mês seja para aquecer o fogo que existe em cada um e para sustentar o fogo da Renovação Carismática Católica no Brasil.

domingo, 7 de setembro de 2014

MISSA - 23º DOMINGO COMUM



23º DOMINGO COMUM
Setembro - Mês da Bíblia

Homilia:

Com: (entra com uma bíblia na mão e cantando) eu lançarei as redes mais uma vez tua palavra é viva e tem poder, não importa quantas vezes eu já tentei, tua palavra é viva, tua palavra me anima eu lançarei. (se preferir cante pescar eu vou, vou pescar 2x pescar eu vou, pescar crianças para o senhor) Bom dia!
Samuel:(chora escondido)bua! Bua!
Com: Samuel! Cadê você amiguinho. To te ouvindo, você esta chorando?
Samuel: To sim, é que eu fiz uma coisa errada e mamãe me chamou a atenção.
Com: Venha cá. Sabe amiguinho sua mãe te ama muito e por isso te corrigiu.
Samuel: Você fala isso, por que não foi você que levou um rala.
Com: se sua mãe não te amasse, ela não te corrigia. Já pensou se você continua fazendo as coisas erradas? Vai chegar uma hora que o erro vai ser difícil de ser corrigido e pode te colocar numa grande enrascada. A correção é importante. Jesus também corrigia os seus amigos, pois a correção nos ensina o caminho certo a seguir.
Samuel: Nossa Deus é mais que demais mesmo. Até com meu erro eu preciso aprender.
Com: Ta vendo por isso que estou aqui com a minha Bíblia na mão. Estamos começando o mês dedicado a palavra de Deus. Ela nos ensina o caminho, nos corrige, nos fortalece. Hoje também é um dia muito especial pra nós.
Samuel: é mesmo e eu to é morrendo de saudade do padre Júlio...então vamos chamar o padre logo que eu já to doidim pra saber das historinhas de hoje e pra escolher uma pra levar pra casa.
Com: vamos sim! Em pé cantemos com alegria para receber o nosso sacerdote e amigo padre........

ATO PENITENCIAL


Com: Agora mesmo o Samuel estava chorando. Alguém se lembra por que? Porque ele tinha feito algo errado. Muitas vezes nós erramos e deixamos o pecado entrar no nosso coração. Ele põe ali pedras duras de rancor, ódio, tristezas, falta de perdão, egoísmo (mostrar um coração com pedras e as palavras do pecado).Nosso coração pode ficar assim? Não. (conduzir momento de perdão)

LITURGIA DA PALAVRA

Com: Agora é o momento mais que demais. É hora de escutarmos a Palavra de Deus.

EVANGELHO
Com: não fecheis o coração, ouvi a voz de Deus. Essa foi nossa resposta no salmo. Com o coração aberto fiquemos de pé e cantemos saldando o evangelho. 

HOMILIA
(preparar 3 caixas: uma com um celular, uma com um carrinho controle remoto, e a última com um coração)

Jeff: (entra feito um menino emburrecido) Ai, ai.... Nossa eu to precisando de uma coisa....Eu quero ser feliz.... Mas tá tão difícil.... Uhum....
Sinara: oi amiguinho...
Jeff: oi...olha eu quero ser feliz pode me ajudar?
Sinara: claro trouxe uma coisa pra te ajudar... (abre a caixa e da o celular pra ele)
Jeff: Nossa que legal....(começa a mexer)
Sinara: ei vamos brincar
(Jeff fica olhando o telefone, passando mensagens e não liga pra ela)
Sinara: (tenta atrair sua atenção e sem êxito vai embora)
Jeff: (levanta os olhos) ih acabou a bateria....mas cade a Sinara? Anem.... Sou mesmo um menino sem sorte. Como vou ser feliz assim? Nem telefone funciona.
Emiliana: Jeff oi amigo....trouxe uma coisa  pra você....(retira da caixa um carrinho controle remoto)
Jeff: uau... Sou o cara mais feliz do mundo....(e começa a brincar com o carrinho)
Emiliana: Deixa eu um pouquinho
Jeff: Não...acabei de ganhar
Emiliana: (fica triste e vai embora)
Jeff: ai cansei desse brinquedo... Nem é o melhor do mundo... Olha esse controle! Quer saber não dou sorte mesmo.
Simone: o Jeff tava ali te observando.... o que você fez não foi legal não amiguinho. Você não deu atenção para suas amigas e acabou foi ficando sozinho. Elas foram super legais com você. Além do mais você fica só reclamando e não ta vendo a grandeza nas coisas ao seu redor.
Jeff: eu bem que to procurando felicidade. Mas ta difícil
Simone: Também desse jeito vai estar difícil mesmo. Está procurando felicidade no lugar errado. Preste atenção amiguinho. Procure a felicidade no lugar certo.
(sai a Simone e Jeff olha para um lado e para o outro.... então vai até o padre Júlio onde pega a última caixinha)
Jeff: abre o presente e ganha um abraço do padre Júlio.
(nesse momento entram os todos os personagens e e Sinara conclui)
Sinara: E quando nos esquecemos de como encontrar a verdadeira alegria que vem de Deus, o Padre é um ótimo conselheiro, ele sempre nos lembrará de que o amor deve ser nossa maior presente.... Nossa felicidade vem de Deus. Quando amamos como Jesus nos ensinou somos capazes de perdoar, de corrigir o irmão, de caminhar ao lado do outro....Assim vamos semeando o amor na terra e tudo que aqui ligamos também ligamos no céu. Se somos desunidos, se não amamos não fazemos o que Jesus nos ensina e assim nos desligamos das coisas de Deus e do céu. Devemos viver o maior mandamento de Deus: o mandamento do amor. Sendo assim crianças, não podemos faltar a missa! Amém.

Fonte: Amiguinhos de Deus

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

A paz do Menininho Jesus

Padre Fernando, nosso orientador espiritual do Ministério para Crianças, se prontificou a presentear os servos do Ministério para Criança com uma reflexão mensal.

Partilhar esta graça é o maior presente de que podemos receber de nosso Deus.

Em oração rezou por nós servos do Ministério e escreveu o que estava no seu coração.

Deus seja louvado!

Espero que conforte a todos como confortou meu coração.
Abraço
Hyde Flávia


"Caríssimos, evangelizadores de Crianças!!!
A paz do Menino Jesus, o amor e o carinho de Maria, e o meu abraço fraterno, quero, pois fiz uma reflexão, e quero que partilhem dela. 
Deserto lugar de Recomeçar!!!
LUCAS 4,1-3
O que é o Deserto? Deserto é um lugar hermo, sem vida, sem água, sem perspectiva, é um lugar de escassez. O fato é que todos nós já passamos por algum deserto e ainda iremos passar outros tantos. Como diz o texto acima, até o próprio Jesus teve que ir ao deserto. O problema é que temos medo do deserto. Mas por que temer, se o deserto é PASSAGEM obrigatória? Bom, eu quero compartilhar 3 aspectos interessantes,  sobre o deserto:

1 - O DESERTO É LUGAR DE PASSAGEM: ninguém gostaria de ir morar no deserto, Deus não criou o deserto para ser tua morada! Porém em muitos momentos da vida temos que passar por lá, e quando achamos que estamos passando... vem outro deserto! Lembre-se: para chegar a terra prometida, a terra que mana leite e mel, a terra de abundância, de fartura, temos que passar pelo deserto.

2 - O DESERTO É UMA ESCOLA: Foi o próprio Espírito Santo que levou Jesus ao deserto. Foi Deus quem mandou Moisés levar o povo ao deserto. No entanto temos que entender algo: Deus quer nos ensinar algo com os desertos da vida, isso quer dizer que quanto mais cedo você aprender, mais rápido vai sair deste momento de sequidão. Nesta escola (deserto) aprendemos em três níveis:
- Com Deus - No deserto passamos a buscar mais a Deus, é no deserto que aprendemos a clamar e a reconhecer o poder de Deus, se não, de lá não sairemos. Deserto é o lugar de aprender a depender totalmente de Deus e só de Deus!
- Comigo Mesmo - No deserto temos tempo de ficarmos a sós e então refletimos sobre quem nós somos ou o que somos. Refletimos sobre o que precisamos mudar e o que é necessário aprender. Neste momento nos encontramos!
- Com os Outros - No deserto aprendemos a ser humildes, a ser simples como as pombas, mas espertos como serpentes. No deserto aprendemos em quem podemos confiar, descobrimos quem são aqueles que podemos contar de verdade, descobrimos que não somos o centro do universo. Descobrimos neste momento a reconhecer as autoridades constituídas e as verdadeiras amizades.

3 - O Deserto é lugar de recomeçar: sabe por que o deserto é um lugar tão calmo? Porque é lá onde devemos ficar em quietude para ouvir a voz de Deus. Não reclame, não murmure, apenas OUÇA! Lembre-se: sua situação poderia ser bem pior, ou ainda pode ser agravada. Sua história poderia não existir. Não deixe que o deserto seja o seu fim, RECOMECE! _Ah! mas eu já tive muito trabalho! NÃO IMPORTA! RECOMECE!
O deserto é o lugar de esquecer as derrotas e as glórias do passado, no deserto todos somos iguais. Desista de fugir, encare o deserto: PASSE por ele, APRENDA com ele e acima de tudo RECOMECE!

Deus abençoe  Abraços !!!"     

Pe. Luiz Fernando

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

GRUPO DE ORAÇÃO - VOCAÇÕES



Hoje compartilhamos o grupinho de oração sugerido na mobilização de oração deste mês. Prepare com muito carinho.

Tema: Vocações

Reflexão para os coordenadores: Estamos no mês das vocações e nós, crianças e evangelizadores, precisamos entender que a maior vocação que Jesus nos convida é o amor. Quando você quer seguir uma profissão, são muitos os caminhos a seguir, não? Pois é. Dá pra escolher aquela que dá mais dinheiro, a que ajuda a se realizar melhor, a que o mercado esta mais necessitando, etc. Mas quando se fala de vocação, a história é diferente. A vocação é um chamado especial de Deus para cada pessoa. Todos são chamados para algo. É para isso que Deus nos dá os dons.
A nossa vocação primeira é o amor, amar não é somente um sentimento, mas é uma decisão individual que exige de cada um renunciar a si mesmo, perdoar 70x7 e aceitar o outro da maneira que ele é. Jesus em sua palavra nos disse: “Este é o mandamento: amai-vos uns aos outros assim como Eu vos amo. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida por seus amigos. (Jo 15, 12-13)”. São muitos e diversos caminhos que se pode seguir para atender ao chamado de Deus. Na mensagem do evangelho há um convite contínuo a seguir Jesus Cristo. “Vem e segue-me.” (Mt 9,9; Mc 8,34; Jo 8,12). O que Deus quer de mim?Será que estou no caminho certo? Somos chamados a realizar a vontade de Deus nas pequenas ações do dia-a-dia. Deus vai revelando, pouco a pouco o que deseja de nós. Mas se não sou responsável nas coisas aparentemente pequenas, como Ele vai pedir outras “maiores”?.... “Muito bem, servo bom e fiel; já que foste fiel no pouco, eu te confiarei muito.” (Mt 25,23)
 Como ovelhinhas sigamos o mandamento de Jesus amando-nos cada vez mais e colocando nossos dons a seu serviço!
Acolhida: Como sempre acolher as crianças com muita alegria e amor. Cante músicas animadas como iêiêiê, mergulhe de cabeça, querigma, creio num Deus que é Pai, é bem da hora, entre outras. Reze Ave Maria e Pai nosso em gestos.
Louvor: Conduza um louvor bem alegre e participativo. Convide cada criança a louvar por um amigo. Incentive-as a louvarem por Jesus o amigo fiel, pelos sacerdotes, irmãs, seus catequistas, pela sua família, pelos coleguinhas da escola. Pode fazer o louvor da bola. (A criança que segura a bola louva e em seguida joga a bola a um coleguinha e este louva, e assim segue até o final do louvor).
Efusão do Espírito Santo: Clamar o espírito santo pedindo que ele venha sobre você e as crianças ajudando-os a serem mais santos. Comece cantando “pede, pede, agora o Espírito Santo” bem rapidinho e depois vá acalmando, iniciando assim a oração.
Pregação:Pode se levar figuras, recortes, para ilustrar.
Vida sacerdotal: São os padres. Pessoas consagradas a Deus pelo sacramento da Ordem. Com a unção recebida das mãos do bispo, recebem autoridade para consagrar a Hóstia, transformando-a em corpo e sangue de Jesus Cristo, e dar a absolvição dos pecados. Apenas homens podem ser sacerdotes na Igreja católica. A vocação do sacerdócio é:
- Um ministério de amor entre Deus que, por amor, chama ao homem que, também por amor, lhe responde livremente. - Um chamado para ser a ponte entre Deus e os homens. - Um chamado a continuar no mundo e salvá-lo, mas não ser mais do mundo. - A decisão de um jovem que quer decidir a vida par ajudar aos irmãos a salvarem suas almas e tornar este mundo mais conforme com o que Deus pensou.
A vocação do sacerdócio não é:
- Um sentimento: costuma-se dizer “eu sinto a vocação”. Na verdade a vocação não se sente. É, antes, uma certeza interior que nasce da graça de Deus que me toca a alma e que me pede uma resposta livre. Caso Deus chame, a certeza irá crescendo na medida em que sua resposta for mais generosa.                                                                                                                                                                  - Um destino irrevogável, iniludível: muitos acreditam que quem tem a vocação vai porque vai. Não! A vocação é um ministério de amor e o amor é livre. Se nãorespondo com generosidade, o chamado de Deus fica frustrado.                                                                                                                                                         - Um refúgio para quem tem medo da vida.      
 - Uma carreira como qualquer outra. Não! É uma história de amor.   - Uma segurança matemática. Na verdade, na vocação sacerdotal você tem que aceitar o risco do amor, mas lembre-se: é um risco nas mãos de Deus.
Vida religiosa: São homens e mulheres consagrados a Deus para viverem um determinado carisma. Atendem o chamado de Deus e pronunciam os votos de pobreza, castidade e obediência dentro de uma determinada congregação religiosa. Há irmãos e irmãs que trabalham com saúde, idosos, comunicações. Cada uma tem o seu carisma próprio e destina-se a propagar o evangelho no mundo, levando a proposta do Reino de Deus as diversas pessoas e culturas.
*A vocação religiosa é assumida por homens e mulheres que foram chamados a testemunhar Jesus Cristo de uma maneira radical. É a entrega da própria vida a Deus.
Vida matrimonial: São as pessoas que casam. É das vocações a mais conhecida e mais desejada. Uma família bem estruturada serve como um celeiro para as demais vocações. Dentro da igreja, o matrimônio tem uma função muito importante, que é a de ser testemunha do amor de Deus. O casal tem a missão de educar bem os seus filhos na fidelidade a Deus e ao seu amor de pai.
*A família é chamada a constituir a Igreja doméstica. É na família que é possível expressar as mais variadas formas de amor: amor conjugal; amor paternal e maternal, amor filial e amor fraternal.
*Aqui lembraremos um pouco da vocação de ser Pai: dizemos que somos educados, mas a base da educação está no coração de nossos pais. É o amor. A vocação de ser pai, portanto esta ligada ao tema da vida. Pela paternidade passamos questões que envolvem o ser humano. Diz a experiência: “aprendemos a ser filhos depois que nos tornamos pais; a sermos pais e depois que somos avós”. Vemos que na nossa trajetória de vida há uma constante: a condição de aprendiz. Ser pai significa abertura para a vida. Ser pai é a expressão de amor. Ser pai é ir ao encontro da condição de herói e exemplo para alguém. É assumir o papel para o outro orgulhar-se dele. Ser pai é abraçar a co-autoria na transmissão da vida.
Vocação leiga: É a vocação do cristão comprometido. Aqui se encaixam todas as pessoas que ajudam na igreja: Diáconos permanentes, catequistas, ministros, etc. Há ainda determinados movimentos de leigos consagrados. É a vocação por essência do cristão porque quando este se assume com garra a sua essência de batizado, assume o compromisso de ser evangelizador.
*A igreja precisa abrir para o mundo, por isso precisa de leigos. A vocação laical tem sua origem nos sacramentos do batismo e da crisma. Ela ocupa um lugar central na igreja, define a igreja para o mundo. Vivendo no mundo como solteiro, casado ou consagrado, os leigos sõ fermento na massa, sal e luz do mundo. Vejamos algumas características de estar inserido no meio da sociedade como fermento na massa, sal que dá sabor e luz que ilumina os difíceis caminhos:
-Colocar em prática as possibilidades cristãs escondidas no meio do mundo.                                                       -Ser sinais visíveis de Jesus Cristo na família, no trabalho, na economia, na educação e em tantos outros espaços no meio da sociedade.                                                                                                              -Praticar a sua fé e seu amor a Deus em todos os lugares e em quaisquer necessidades.                              -Participar com fidelidade e criatividade na construção de um mundo novo.                                                 -Viver o evangelho que leem, que rezam e que celebram, não apenas entre paredes de uma igreja, mas em todos os lugares.
Será que você está respondendo sempre Sim a Deus? Faça um teste.
Assinale com “S” para SIM e “N” para NÃO
( )Tenho obedecido a meus pais e/ou responsáveis?
( )Cumpro as minhas obrigações sem precisar que outras pessoas fiquem lembrando? (Ex: Olha, você precisa estudar!, arrumar a cama, fazer dever de casa...)
( )Participo da missa com alegria? (É o próprio Deus presente na eucaristia)
( )Rezo todos os dias, conversando com o meu Pai do céu?
 
Atividade: SIM ou NÃO
 

Será que você está respondendo sempre Sim a Deus? Faça um teste.
Assinale com “S” para SIM e “N” para NÃO
( )Tenho obedecido a meus pais e/ou responsáveis?
( )Cumpro as minhas obrigações sem precisar que outras pessoas fiquem lembrando? (Ex: Olha, você precisa estudar!, arrumar a cama, fazer dever de casa...)
( )Participo da missa com alegria? (É o próprio Deus presente na eucaristia)
( )Rezo todos os dias, conversando com o meu Pai do céu?




Se preferir faça um cartaz de sim e outro com a palavra não e cole uma próxima da outra. Entre elas faça um traço com fita separando-as. A medida que você falar as frases, cada criança se dirigirá para o lado do cartaz que contém a sua resposta. Ao final leve-as refletir sobre como elas tem respondido ao chamado de Deus.

SUGESTÃO 02 DE ATIVIDADE:
Montar um livrinho ilustrado das vocações.As crianças colorem os desenhos e depois apresentam as vocações aos pais. Pode ser também fantoches de varetas.






Oração final: Agradeça a Deus pelo seu imenso amor e peçamos a fidelidade nas pequenas coisas e que a exemplo de Nossa Senhora, saibamos dizer sempre SIM a Deus, pois para ele  nada é pequeno quando feito por Amor!!